Publicidade

Uso de extintor ABC adiado novamente

Pela terceira vez, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) prorrogou o prazo para a exigência do uso de extintores ABC nos veículos. Em março, o prazo já havia sido adiado pela segunda vez sob alegação de falta do produto no mercado.

A medida deveria ter entrado em vigor no mês de janeiro, mas a corrida em busca do produto nas lojas esgotou rapidamente o estoque, forçando a prorrogação do prazo, que ficou estendido para até o dia 1º de abril. Depois, nova prorrogação para 1º de julho. Agora, prorrogado por mais 90 dias.

Desta vez, segundo o Ministério das Cidades, o objetivo é que os técnicos do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) possam “concluir as avaliações que estão sendo realizadas” sobre os extintores do tipo ABC, que serviriam para controlar incêndios nos diferentes tipos de materiais de composição dos automóveis: estofados, tapetes, plásticos de painéis.

Diferente do modelo novo, os extintores antigos, do tipo BC, só são eficazes contra incêndios em equipamentos elétricos ou provocados por líquidos inflamáveis.

MULTA

O dia em que de fato a exigência dos extintores ABC entrar em vigor, o motorista que não tiver o equipamento receberá multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira de habilitação.

 

 

Busca