Publicidade

Um pedido de socorro!

Recebemos o relato abaixo, que é mais do que um simples manifesto, é um pedido de socorro! em nome de moradores da região central da cidade. Tornamos público para que as autoridades de segurança do estado possam dar uma resposta.

 

Caro Jeisael,

Venho por intermédio deste manifesto, pedir sua intercessão diante de fatos recorrentes que acontecem no centro da cidade de São Luís, nos trechos que envolvem os seguintes quarteirões: Rua Grande, trecho Edífico Caiçara paralelo rua de Santana, Cândido Ribeiro paralelo Rua do Mocambo, paralelo Rua da Inveja até a área limítrofe da Praça da Alegria e o antigo Colégio Dom Bosco.

O que relato aqui deve ser de conhecimento das autoridades policiais, visto que alguns parentes de policiais e até mesmo os próprios agentes de segurança já foram vítimas, é serio e deve ser analisado com contundência e seriedade pela Secretaria de Segurança Pública.

Uma quadrilha de arrombadores de casas residenciais está agindo todas as noites nesta área e se reúnem na Fonte das Pedras(prox. Ao Mercado Central), para definirem as casas e comércios que devem ser saqueados. Vivemos um clima de terror e pânico. Pois só nesta àrea já foram arrombadas mais de 30(trinta) residências, e o “modus operandis” do criminoso é o mesmo. O meliante entra na casa furta as televisões de plasma vai a cozinha come, picham o local como se tivessem deixando suas marcas e retiram-se do ambiente, inclusive no Edificio Caiçara entrou no apartamento do Delegado pela janela com ele dormindo e furtou armas.

A população através de informações conseguiu pegar as características de alguns sendo a gangue composta por mais de 10( dez) larápios, um branco e um negro de estatura mediana, são os que mais agem em dupla, mas não cabe a população investigar, mas a Polícia civil, o procedimento agora tem que ser investigativo e não preventivo, pois, a qualquer momento nós cidadãos de bem, pais de família podemos virar criminosos pois, os ataques desta quadrilha são sucessivos e ofensivos. Na madrugada de 12 para 13 de fevereiro esta dupla entrou em 03(três) residências fora o período de Carnaval que passou do qual sofremos achaques diários e noturnos ,pois, os mesmos passam até de dia dizendo que são do Bonde dos 40 e ameaçam pais de família, não satisfeito neste mesmo dia voltaram para a Rua da Inveja as 11:30 da manhã e lá adentraram a casa da Avó do Policial Civil Márcio Azoubel do qual o micróbio subtraiu duas televisões de plasma e não satisfeito comeu e saiu pelo telhado, mas antes pichou o Jardim de inverno da residência.

Infelizmente não temos condições de obter os recursos eletrônicos disponíveis hoje para a segurança pessoal, pois, os mesmo são caros e em nada evitam a destreza e habilidade maquiavélica dos criminosos, a polícia militar mas precisamente as viaturas do centro e da CPTUR tiveram sempre boa vontade ao serem chamadas , mas é dificultoso o trabalho pelas questões geográficas do local, pois, há um número excessivos de residências vazias o que facilita.

Os moradores estão tomando suas providências caseiras ainda que sejam proibidas e passivas de punições pela Justiça, estamos eletrificando nossas janelas e telhados por serem mais em conta. A maioria dos moradores estão cansados e psicologicamente abalados, meu filho ficou com a psiqué abalada fora as outras crianças destas ruas citadas anteriormente que a qualquer barulho ficam transtornadas e em pânico percebendo o perigo que seus pais correm com esta marginália vagando pelos telhados, pois, necessitamos trabalhar e não podemos passar noites acordados vigiando a hora que o micróbio vai chegar ao seu quintal ou telhado.

Com a chegada das chuvas as noites dos cidadãos de bem estarão comprometidas, pois, é no som da chuva que o meliante age sorrateiramente para propagar o mal.

Dr. Jefferson Portela POR FAVOR!!!!!!!!! institua uma comissão de investigadores de delegacias especializadas em crime organizado e Roubos e Furtos para mapearem esses criminosos e que sejam pedidas as prisões preventivas dos meliantes.

Pois quando escurece é que as ratazanas saem em grupo para atacarem as famílias de bem, que poderão tornar-se sem ironia do destino em homicidas, isto tudo por ingerência do Estado. Pois todos nós estamos vendo que quando um meliante deste morrer eletrificado em uma de nossas casas, ai o Governo vai querer mostrar sua força, mandando prender um pai de família que somente teve a intenção de proteger o seu lar.

 

 

Busca