Publicidade

Roseana “promete” 11 presídios em 6 meses

Convênios perdidos pelo Maranhão

Depois de desperdiçar milhões de reais destinados pelo Governo Federal para a construção de presídios no Maranhão, Roseana agora diz que vai quer usar dinheiro do BNDES para construir presídios a toque de caixa e, detalhe, sem licitação. Promete erguer em seis meses não apenas um ou dois ou seis, mas 11, sim, 11 presídios, em apenas seis meses.

Roseana: mais uma promessa

O dinheiro do Governo Federal, 22 milhões de reais, ficou parado nos cofres do Estado e voltou para o tesouro nacional simplesmente porque o Governo do Estado nada fez. Em nota, a Secretaria de Comunicação de Roseana dá umas desculpas esfarrapadas tenta justificar a devolução dos recursos. A verdade é que o Governo do Estado deveria apresentar projetos para ter direito a usar o dinheiro que estava na conta, mas, por razões de incompetência que ninguém sabe explicar, esse pré-requisito não foi cumprido.

Em seguida, o que já era ruim ficou pior ainda o sistema carcerário entrou em crise, chamando a atenção de autoridades do Brasil e entidades defensoras de direitos humanos até do exterior, com ameaça advertência feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de intervenção federal no Maranhão.

Cenário para mais uma maracutaia de emergência, então, o Governo do Estado resolveu que vai gastar sem licitação 53 milhões de reais do BNDES e construir 11 presídios no tempo recorde de seis meses.

Pra quem duvida, é só lembrar dos 72 hospitais até dezembro de 2010, da Via Expressa até o meio do ano de 2013, da Avenida Quarto Centenário nos 400 anos de São Luis. Promessas Compromissos que estão esperando chegar 2014 para serem requentadas cumpridos.

 

 

Busca