Publicidade

Ricardo Murad deixa SES com débito de quase R$ 5 milhões com a Cemar

Mais uma para o extenso “currículo” de malfeitos do ex-secretário de saúde do Maranhão no governo Roseana. O enrolado e condenado Ricardo Murad (PMDB) deixou um débito milionário com a Cemar. O calote na Companhia Energética do Maranhão é de R$ 4,9 milhões. Ricardo não pagou o consumo de energia de hospitais públicos, prédios e órgãos administrativos da Secretaria Estadual de Saúde, sob seu comando até o final do ano passado.

Os dados da Cemar apontam que o débito total do governo de Roseana Sarney (PMDB), cunhada de Murad, chega a mais de R$ 30 milhões. Levantamento da companhia de distribuição de energia detalha o calote por secretaria/órgão: R$ 18,6 milhões de débito da Caema; R$ 3,6 milhões da Secretaria de Planejamento; R$ 2,9 milhões da Educação; e R$ 4,9 milhões da Saúde.

O período do calote aponta para algo intencional. Os débitos são de meses posteriores à eleição de 2014, quando o grupo de Roseana perdeu as eleições. Seria mais um ítem do pacote de maldades preparado para o novo governador?

Diante do calote, a Companhia de Energia Elétrica do Maranhão – Cemar pode interromper o fornecimento de energia, o que prejudicaria de forma severa principalmente escolas públicas e hospitais. A batata quente está nas mãos do novo governo que precisa negociar com a Cemar para evitar que ocorra o corte no abastecimento.

Bem que a bela e simpática deputada Andrea Murad poderia ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa para explicar o calote e mostrar sua indignação com esse débito que inclui seu papaizinho querido. Afinal, o problema pode prejudicar parte dos seus eleitores. Agora é contigo, “Dedéa”.

 

 

 

Busca