Publicidade

Quatorze dos dezoito deputados federais maranhenses votaram a favor do financiamento privado de campanha

Maioria dos deputados federais maranhenses votaram a favor do financiamento privado de campanha.

Maioria dos deputados federais maranhenses votaram a favor do financiamento privado de campanha.

Aprovada última quarta-feira (27) na Câmara Federal, a proposta que inclui na Constituição Federal o financiamento privado de campanha recebeu o voto a favor de quatorze dos dezoito deputados federais maranhenses que compõem o plenário.

Quatro desses deputados mudaram seu parecer em relação a primeira votação, realizada na terça-feira, onde a proposta foi rejeitada. Sarney Filho (PV), Cleber Verde (PRB), Victor Mendes (PV) e Aluísio Mendes (PSDC) que haviam votado contra a proposta na terça, votaram a favor na segunda votação.

Os únicos deputados que mantiveram seus votos contra a proposta nos dois turnos foram Rubens Júnior (PC do B), Weverton Rocha (PDT), Eliziane Gama (PPS) e Zé Carlos da Caixa (PT).

Já André Fufuca (PEN), Júnior Marreca (PEN), Alberto Filho (PMDB), Hildon Rocha (PMDB), João Marcelo (PMDB), Waldir Maranhão (PP), Juscelino Filho (PRP), José Reinaldo Tavares (PSB), João Castelo (PSDB) e Pedro Fernandes (PTB), votaram a favor do financiamento privado nas duas votações.

A proposta polêmica que prevê a permissão de que empresas privadas realizem doações a partidos políticos, foi defendida pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha, que não satisfeito com o resultado da primeira votação, colocou novamente a proposta em pauta. Com a aprovação, a proposta seguirá agora para uma nova votação antes de seguir para o Senado.

Busca