Publicidade

Prefeitura entrega reforma do Centro de Saúde de Fátima em São Luís

Edivaldo entrega novo Centro de Saúde de Fátima com equipamento de última geração para exames.

Edivaldo entrega novo Centro de Saúde de Fátima com equipamento de última geração para exames.

A Prefeitura de São Luís entregou na manhã desta teça-feira (23), a reforma do Centro de Saúde de Fátima – referência no tratamento da tuberculose n capital. Além da reforma  das instalações, foi realizada ainda a entrega do equipamento GeneXpert, capaz de fazer o diagnóstico da tuberculose em apenas três horas.

O Centro de Saúde de Fátima atende em média 20 mil pessoas por mês e, com os novos serviços disponibilizados, estima-se que esse número cresça a patamares ainda mais significativos.

A reforma contemplou a revitalização de todos os ambientes, climatização, pintura e recuperação das partes elétrica e hidráulica, além de melhorias na acessibilidade para proporcionar melhores condições de locomoção de pessoas com deficiência, bem como a reestruturação do laboratório de análises clínicas.

O Centro de Saúde de Fátima é uma das mais antigas unidades de saúde de São Luís e atende também à grande demanda de bairros circunvizinhos como Areinha, Coroadinho, Parque dos Nobres, Parque Timbira, Alto do Parque Timbira, Parque Pindorama, entre outras localidades da capital.

Para atender a essa demanda, a unidade conta com dez consultórios que realizam consultas em clínica geral e em várias especialidades, como pediatria, ginecologia e urologia, além de ter um serviço de referência em hepatologia, voltado especialmente para a assistência a pessoas diagnosticadas com doenças do fígado.

Com a reforma, a estimativa da Prefeitura de São Luís é que o Serviço de Atendimento Especializado (SAE), que funciona na unidade, aumente ainda mais a demanda. O SAE é específico para pessoas com o vírus da Aids, oferecendo atendimento que vai desde o diagnóstico até o tratamento, com distribuição gratuita de medicamento. Neste serviço, a Prefeitura atende inclusive pacientes do interior do Maranhão.

Busca