Publicidade

Picolé pode ter o mesmo destino de Macaxeira?

Revelações do blog Marrapá dão conta de uma articulação que estaria em andamento para arrumar um prêmio de consolação para Luis Fernando Silva. Incapaz de empolgar o eleitorado e até os próprios aliados, a candidatura do “Luis de Roseana Sarney e Ricardo Murad” ao governo do estado em outubro só terá condições de sobreviver se ele sentar na cadeira número 1 do palácio através do golpe da eleição indireta sem o voto do povo na Assembleia.

Prevendo a falta de “consenso”, para não deixar Luis Fernando de mãos abanando, ou para ter algum argumento na hora de convencê-lo a abrir mão da empreitada caso o grupo resolva que com ele não rola, o velho Sarney anda pensando num plano B caso tenha que substituir o candidato do grupo ao governo.

A possibilidade de abrir uma vaga no Tribunal de Contas do Estado para acomodar por lá o ex-prefeito de Ribamar vem sendo ventilada por Sarney em conversas com aliados próximos. Uma fonte muito próxima do “velho” garante que pelo menos dois conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) teriam sido sondados para abrir vaga para o Picolé que derrete a cada dia.

Com um dos conselheiros a possibilidade se torna mais real, até pelo grau de parentesco. Com o outro não teria dado muito certo a empreitada. Se tudo caminhar nesse sentido, o que se aguarda é apenas um definição do próprio pré-candidato. Depois, abrir-se-á a vaga na corte de contas, e o Picolé terá o mesmo destino de Macaxeira.

 

Busca