Publicidade

Pereirinha não aguenta pressão e “pede pra sair”

Depois de passar 120 de licença médica brincado o pré-carnaval (relembre), o presidente da Câmara de Vereadores de São Luis, vereador Isaías Pereira, o Pereirinha (PSL), voltou à Câmara logo depois do período momesco. A “doença” de Pereirinha coincidiu com a bomba do escândalo dos empréstimos no Legislativo Municipal, investigado pela Polícia como um esquema de agiotagem.

Calado estava, calado voltou, calado continua o presidente da Câmara. E quando todos esperavam que Pereirinha fosse abrir o bico, eis que ele sai de licença mais uma vez, agora por 30 dias, alegando motivos pessoais. Na verdade, o vereador sabe que a Câmara de Vereadores se transformou numa bomba-relógio, pronta a explodir a qualquer instante.

Novas informações vão aparecendo a conta-gotas. Depois da aparição de um cheque gordo de mais de 1 milhão de reais (veja aqui) que teria sido utilizado no esquema de agiotagem, uma nova história está prestes a vir à tona, onde uma funcionária de mais um vereador com diminutivo no nome foi usada como laranja num “empréstimo” de R$ 200 mil junto ao Bradesco. Agora que ela descobriu, ficou uma arara e promete botar a boca no trombone.

Seguuuuuura, Peririnha.

 

Busca