Publicidade

No “novo Maranhão” de Roseana Sarney, PAM Diamante eternamente em obra

No “novo Maranhão” de Roseana Sarney, onde “o importante é cuidar das pessoas”, o hospital PAM Diamante está fechado para reforma desde novembro de 2009. A obra consome dinheiro público e, como quase tudo no governo, se arrasta extrapolando prazo sobre prazo, numa superposição de reformas que nunca acabam.

Integrante da rede estadual de saúde, o PAM Diamante funcionava – precariamente, mas, pelo menos funcionava – até ser fechado para a primeira reforma que previa sua ampliação. Orçada inicialmente em R$ 4,6 milhões, a obra sofreu inúmeros aditivos e, mesmo depois de consumir alguns milhões de reais, até agora a obra não foi concluída.

Passados mais de 4 anos do fechamento do hospital, a reforma sob responsabilidade da Lastro Engenharia, já foi alvo de críticas da imprensa, da visita de uma comitiva de parlamentares ao local e até de uma ação do Ministério Público para investigar o andamento dos trabalhos. A obra que deveria durar 150 dias, ganha um novo prazo a cada 'aperto' cobrando um posicionamento do governo. O último prazo dado foi novembro de 2013.

Por último agora, o desembargador Lourival Serejo concedeu liminar em favor do deputado estadual Rubens Jr. (PCdoB), determinando que o secretário de saúde, Ricardo Murad, torne públicas as informações sobre a reforma do Pam Diamante.

Há pelo menos 11 meses, Rubens Jr. protocolou dois pedidos de informações a fim de obter a prestação de contas, notas fiscais e valores gastos com a reforma do hospital desde o início de sua reforma.

Mas, as informações foram mantidas até agora numa “caixa-preta” pelo secretário de saúde do estado e cunhado de Roseana Sarney, Ricardo Murad. Diante das negativas, o deputado Rubens Jr. entrou com um mandado de segurança, exigindo que as informações fossem repassadas, com base na lei de acesso à informação.

De acordo com a lei, após a assinatura da liminar, o secretário Ricardo Murad deve responder os pedidos de informação imediatamente sob pena de multa diária por seu descumprimento. Vamos anotar o novo prazo que vai ser dado agora para que a obra fique pronta. Se for igual o prazo dos 72 hospitais, que deveriam ser entregues em 2010, a dica é preparar uma cadeira bem confortável e esperar sentado.

“Esse é mais um motivo que você tem para se orgulhar do 'novo' Maranhão”

PAM fechado

 

 

 

Busca