Publicidade

MEC cria grupo de estudo para definir critérios para reajustes no Fies

Foto/Divulgação

O Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça vão criar um grupo para analisar os reajustes nos preços das mensalidades dos cursos superiores financiados pelo Programa de Financiamento Estudantil (FIES).

Segundo o ministério, o objetivo da analise será criar critérios mais claros para os aumentos nos valores desses cursos.

A portaria que cria o GT deve ser publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. De acordo o MEC, dos 1,9 milhões de contratos firmados com Fies, somente 228.154 (12%) ainda não tiveram seus processos de renovação iniciados.

A partir do segundo semestre, as vagas com opção de financiamento pelo MEC serão oferecidas por um sistema unificado – no modelo do Sisu e ProUni. Só no ano passado, o programa ganhou cerca de 700 mil novos contratos.

Busca