Publicidade

Juiz que deu ordem de prisão a funcionários da TAM é afastado pelo TJ

Marcelo Baldochi: pauta nacional, no Fantástico, da Globo

O juiz Marcelo Baldochi foi afastado de suas funções pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, manhã desta quarta-feira (17). Baldochi envolveu-se em uma grande polêmica de proporcionais nacionais ao dar ordem de prisão a dois funcionários da TAM no aeroporto de Imperatriz, semana passada. O Dr. juiz chegou atrasado e queria, ainda assim, embarcar no avião mesmo já com o procedimento de checagem finalizado.

As câmeras do aeroporto mostram que o juiz Marcelo chega ao balcão da companhia aérea às 20h37. Os funcionários informam que o check-in do voo para Ribeirão Preto, em São Paulo, havia sido encerrado quatro minutos antes. O juiz se irrita e diz que “tem que aprender a respeitar o consumidor”. Irritado, dá voz de prisão ao atendentes, que foram conduzidos pela polícia à delegacia.

A atitude do de Baldochi foi duramente criticada na imprensa e repudiada em várias instâncias, como a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB e a Associação dos Magistrados.

O TJ-MA abriu apuração no caso e o responsável foi o desembargador Bayma Araújo, que apresentou relatório e pediu instauração de procedimento administrativo disciplinar contra o juiz com imediato afastamento das funções judiciais.

 

Busca