Publicidade

Greve de rodoviários é estimulada por empresários que pressionam por aumento de passagens, diz deputado

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) disse, em pronunciamento na sessão desta terça-feira (27), que a greve dos rodoviários em São Luís está sendo estimulada pelos donos das empresas de ônibus que querem constranger e forçar o prefeito Edivaldo Holanda Jr a conceder aumento de passagens. Segundo o parlamentar, os empresários estão fazendo uso de instrumento de pressão e se recusam a negociar, visando a um reajuste que não se justifica na capital maranhense.

De acordo com Othelino, no mês de abril, o prefeito deu a última contribuição da Prefeitura de São Luís que pagava R$ 1 milhão por mês para evitar o aumento de passagens em São Luís por conta de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). “Agora que venceu o TAC, a população não vai mais continuar sendo penalizada porque R$ 1 milhão por mês poderia estar sendo aplicado em várias ações em benefício da cidade”, comentou.

Na tribuna, Othelino criticou os empresários de ônibus de São Luís por reclamarem de prejuízos financeiros ou falta de lucro. “Ora, qual é o empresário que continua no ramo que dá prejuízo? Se dá prejuízo, pede para sair e passa para outro. Eu quero saber quem é, nesta Casa, inclusive há alguns empresários, quem é que insiste num negócio que dá prejuízo? Quem é o dono de empresa de ônibus de São Luís que pediu concordata ou falência? Este voto de pobreza é muito estranho”, interrogou e afirmou o deputado.

Othelino fez questão de frisar que o prefeito não está omisso na questão e destacou que o secretário municipal de Transportes, Canindé Barros, está permanentemente acompanhando, estimulando a negociação, inclusive com presença de representantes da SMTT nas garagens para conferir se estava sendo cumprido o acordo dos 70% ônibus circulando como determinado pela Justiça.

Respeito aos rodoviários

O deputado disse que respeita as reivindicações dos rodoviários, mas disse ter, cada vez mais, certeza de que os donos de empresas de ônibus estão estimulando isso para querer forçar o aumento de passagem e, evidentemente, o prefeito tem evitado e tem se recusado a ceder à pressão.

Segundo Othelino Neto, parte dessa zanga dos donos de empresas de transportes coletivos de São Luís é porque a Secretaria de Transportes está notificando e cobrando ônibus novos, no padrão de qualidade.

“Os ônibus de São Luís vivem lotados. Eu canso de escutar reclamação da pessoa que está na parada e não consegue entrar nos coletivos porque não cabe mais ninguém. Mas os empresários não compram ônibus novos, mantêm veículos velhos. Alguns parecem até sucatas. Como é que querem aumentar preço de passagem se não prestam serviços de qualidade?”, observou o deputado do PCdoB.

 

Busca