Publicidade

‘Greve de bigode’ na internet pede afastamento de Sarney

Copio do Terra
By Wagner Machado

Existem homens que se tornam tão inseparáveis de seus bigodes que é impossível imaginá-los com o rosto escanhoado. Provavelmente mesmo se não usasse bigode, o líder soviético Josef Stalin seria tão amado e tão odiado como de fato foi. Mas sua figura, espalhada em estátuas, quadros e santinhos por toda a União Soviética por mais de 20 anos, não conotaria tanta imponência e autoridade se não ostentasse aquele vasto chumaço de pelos sob o nariz.
Adolf Hitler, sem o famoso bigodinho milimetricamente desenhado, certamente causaria o mesmo impacto no mundo, mas seu semblante não seria tão facilmente reconhecido. Charlie Chaplin, Groucho Marx, Friederich Nietzche, Salvador Dali, Freddie Mercury e tantos outros fizeram de seus bigodes um cartão de visitas.

No Brasil, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), participa ativamente da vida política do país há mais de quatro décadas, e ostentando durante todo esse tempo seu inconfundível bigode. Fuzilado por denúncias de irregularidades à frente da Casa, ele resiste à pressão e se mantém firme no cargo, com o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cuja barba está tão intrinsecamente ligada à sua figura quanto o bigode à de Sarney.

Cientes desta marcante característica do parlamentar, os publicitários Ricardo Silveira e Viton Araújo lançaram na internet uma campanha bem-humorada para pedir o afastamento do bigodudo maranhense da presidência do Senado. Eles criaram o blog Greve de Bigode, com o slogan “Só tiro o meu quando o Senado tirar o dele”, que pode ser acessado no endereço http://tiremobigode.blogspot.com

A página pede aos internautas para enviarem fotos suas usando bigodes, como uma forma de protesto contra a permanência de Sarney à frente da Casa legislativa. As mulheres – e somente elas – estão autorizadas a criarem bigodes falsos. O blog estreou há uma semana, no dia 13 de julho, e recebeu até agora 57 fotos consideradas válidas. Segundo o criador da página, fotos manipuladas não são aceitas.

Ricardo conta que a “inquietude com a situação” foi o que motivou a criação do blog. “Eu acho que o presidente do Senado está certo quando diz que a crise não é dele. Todos sabemos que esse problema é endêmico do país. Mas são atitudes como essa (montar um blog, meter a boca) que fazem com que os políticos não se sintam tão confortáveis para fazer o que quiserem”, afirma o blogueiro. “Isso é o mais importante num trabalho como esse. Não importa se o Sarney vai cair ou não”, conclui.

“Símbolo de hombridade”Sobre a escolha do bigode como “arma” na luta pelo afastamento de Sarney, Ricardo explica que vê os pelos situados entre o nariz e o lábio superior como um símbolo da responsabilidade e da hombridade. “O que a gente queria com isso, é que o os políticos, na pessoa do senador José Sarney, assumissem essa hombridade”, afirma. “Claro que existe um ambiente propício pra isso, um novo culto ao bigode. Pessoas com a minha idade (em torno de 30 anos) estão voltando a usar bigode como artifício de moda, e ainda cultuam personagens dos anos 80, como Charles Bronson, por exemplo. Há uma junção das duas coisas: as pessoas já estão propensas a usar bigode, a gente encorajou colocando um motivo nobre por trás.”

Ricardo diz que, protestos à parte, costuma deixar o bigode crescer de vez em quando. “Mas às vezes interfere na vida pessoal, sim. Na segunda feira em que comecei a greve, tive uma reunião num cliente novo. Apareci lá de bigode e não sei se causei a melhor impressão”, comenta. “Se fosse pra alguma festa da moda provavelmente não teria problema”, finaliza o blogueiro.
Foto: Divulgação
Busca