Publicidade

Ex-prefeita de Dom Pedro é presa por agiotagem

Ex-prefeita de Dom Pedro, Arlene Barros

Ex-prefeita de Dom Pedro, Arlene Barros

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (31), a ex-prefeita do município de Dom Pedro, Arlene Barros e do seu filho, o empresário Eduardo DP, por suspeita de agiotagem. Além deles, a polícia executou cincos mandados de condução coercitiva e 38 de busca e apreensão em todo o estado.

As ações realizadas pela polícia fazem parte do desdobramento das investigações da morte do jornalista Décio Sá, que investiga a prática do crime de agiotagem no Maranhão.

Coordenada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais, as investigações envolvem ainda prefeitos e ex-agentes públicos de vários municípios no interior do estado que podem ter envolvimento na prática do crime.

Foram autorizadas, ainda, as conduções coercitivas de: Romulo Cesar Barros Costa, Alfredo Falcão Costa Júnior, Rodrigo Barros Amancio, Rodrigo Gomes Casanova Junior, Joel Cavalcante Neto, Fabio Silva Froz, Laynna Barbosa Mesquita, Jean Pereira dos Santos e Leonardo Alves dos Santos.

E a busca e apreensão e o bloqueio de bens de: Eduardo DP, Arlene Barros, Romulo Cesar Barros Costa, Alfredo Falcão Costa Júnior, Rodrigo Barros Amancio, Rodrigo Gomes Casanova Junior, Joel Cavalcante Neto, Fabio Silva Froz, Laynna Barbosa Mesquita, Jean Pereira dos Santos, Leonardo Alves dos Santo, Alfredo Falcão Costa, Eridan Pinheiro, Cinthya Carneiro, Adilton Costa, Natalina Ferreira, Roberto Cantanhede, Wesley Ferreira, Francisco Robert Soares, além das empresas Turmalina Empreendimentos, Construtora Imperial, Imperador Empreendimentos, DP Locação, Tocantins Empreendimentos, Construimper, Tracon Construções, Hiper Sondagens, R. B. Amancio, Construservice, Rio Anil Locação, Pactor Construções, FBA Construções, Esmeralda Locações, HidroSolo Construção, Romulo C B Costa, Debora de O. Amaral, Comercial Number One e GAP Construtora.

 

Busca