Publicidade

Escândalo mundial motiva mudanças no programa de espionagem americana

Nesta sexta-feira (17), em discurso previsto para as 14h (horário de Brasília), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai anunciar uma grande reforma no polêmico programa da Agência de Segurança Nacional Americana (NSA) que monitora grande quantidade de dados telefônicos de estrangeiros e norte-americanos.

O programa de espionagem dos Estados Unidos virou um grande incômodo para o mundo após revelações feitas por Eduard Snowden, um ex-prestador de serviços da NSA, que divulgou por meses nos meios de comunicação denúncias sobre a espionagem americana de líderes de outros países, incluindo o Brasil. O caso deixou a Casa Branca envergonhada, enfureceu aliados de Washington e escandalizou legisladores e ativistas do direito à privacidade. Por isso mesmo, o que Obama quer é restaurar a confiança nas práticas de inteligência dos Estados Unidos.

 

 

Com informações do G1

 

Busca