Publicidade

Em entrevista, Dilma afirma confiar na recuperação da Petrobras

wpid-Photo-20150326180907335.jpg

Em entrevista à agência norte-americana de notícias Bloomberg, a presidente Dilma Rousseff disse acreditar que a Petrobras vai voltar a receber maior volume de capitais, após superar o “processo de descoberta da corrupção”.

Na entrevista, concedida na terça-feira (31), Dilma admitiu que ainda haverá dificuldades, mas afirmou que os “grandes cortes” a ser promovidos pelo governo vão equilibrar a máquina pública e prometeu fazer de tudo para retomar o crescimento do país.

“Não é só uma questão de crença, é de ação política. Nós sabíamos que os resultados de janeiro e fevereiro não seriam bons. Eu acho que inclusive o mercado já esperava um pouco isso. Acreditamos que ainda vamos ter um período de dificuldades, mas o Brasil tem uma situação de solidez bastante grande, nos seus fundamentos macroeconômicos.”

Sobre os casos de corrupção na Petrobras, Dilma afirmou que não sabia do esquema que desviou bilhões da estatal e que os indícios foram descobertos por uma investigação da Polícia Federal e do Ministério Público.

Já em relação às medidas de ajuste fiscal, a presidente declarou que os cortes serão “fundamentalmente no custeio e no enxugamento da máquina”. Ela afirmou que o problema não deve ser resolvido com cortes de pessoal e que será preciso racionalizar os gastos e criar vários mecanismos para superar os atuais problemas no país.

 

 

Busca