Publicidade

E agora, a Rádio Timbira renasce mesmo?

Escrevi certa vez, acho que em 2009, sobre mais uma tentativa de resgate da Rádio Timbira AM. O texto pode ser lido aqui. Para aqueles que não tiveram a paciência de abrir o link, retomo aqui partes do que lá contém.

Naqueles dias a “Grande Rádio Timbira do Maranahão” estava fora do ar. O jovem radialista Juracy Filho assumia seu comando com muita garra, cheio de vontade de “refazer” a emissora. De casa nova, sendo remontada, a Timbira renasceria como uma fênix, da cinzas.

A promessa do novo gestor era de que os profissionais da Rádio teriam estutura para trabalhar. Apesar de toda vontade e esforço que demonstrara Jura Filho, não foi bem o que aconteceu. Não por culpa sua. Se algum avanço houve, foi por persistência pessoal dele. O governo deu as costas. Mesmo porque não interessava à governadora de então fortalecer a Rádio Timbira, sendo ela, Roseana Sarney, dona de um império de comunicação com uma emissora de rádio AM. Pra que concorrência?

O novo governo do Maranhão agora comprou a briga da Timbira, e promete fazer da emissora a Rádio de Todos Nós. Acompanho de longe – mas nem tanto assim – mais um capítulo dessa novela que se arrasta pelo tempo. Agora, sob comando do radialista (e não só isso) Darlan Andrade, a 1290 kHz tem, mais uma vez, a promessa de “renascer”.

O novo governo aponta um olhar mais carinhoso para a Timbira. Porém, é preciso bem mais que um “olhar”. A Rádio carece de estrutura física e equipamentos compatíveis com o grande projeto pensado para ela. E nada disso cai do céu. Se não houver investimento mesmo, talvez este não seja o capítulo final do resgate da emissora.

A história do Rádio no Maranhão passa, inegavelmente, pela Timbira. Por lá, grandes profissionais, desde sua fundação em 1940, ajudaram a escrever essa história. E, apesar das tentativas frustradas de resgate de seu prestígio, a velha Timbira de guerra resiste a todos e ao tempo, cambaleando. Repito o que escrevi em 2009: Mais do que reconquistar o espaço perdido, a Timbira precisa conquistar um novo espaço.

Gostaria de fazer parte deste momento em que a Rádio estreia sua nova programação, com uma nova geração de comunicadores que tem a chance de escrever parte de sua história. Radialista e apaixonado por rádio, esse veiculo que me deu a base da minha profissão, torço, mais uma vez, pelo sucesso da Rádio Timbira.

E deixo o convite ao leitor: sintonize AM 1290 kHz a partir desta terça-feira (10) e acompanhe junto comigo programação renovada da Rádio de Todos Nós. Aos colegas que vão comandar os microfones da emissora, desejo sucesso.

 

 

 

Busca