Publicidade

Deputado chama atenção para descontrole da segurança e ameaça de greve de policiais

Na sessão desta quinta-feira (27) na Assembleia Legislativa, o deputado Othelino Neto (PC do B) usou a tribuna para, mais uma vez, abordar a falta de controle do governo Roseana Sarney em relação ao sistema de segurança pública e ao sistema prisional do estado.

Lei mais: Policiais protestam em frente ao Palácio dos Leões

O sistema carcerário registrou mais uma morte esta semana. Nesta quarta-feira (26), mais um preso foi morto, desta vez na Casa de Detenção, no Anil. Além disso, aumentaram os registros de roubo de motocicletas, assaltos a ônibus e a estabelecimentos comerciais.

“Isso só comprova que o governo do Estado não conseguiu ainda tomar conta da situação. Não conseguiu assumir, de fato, o controle dos presídios. Ganhou agora mais um assassinato para a triste estatística do Sistema Prisional do Maranhão”, disse Othelino Neto.

Para piorar a situação, agora os policiais estão em operação tartaruga e prometem que, se não houver acordo com o governo, entrarão em paralisação total. Segundo o deputado, se for confirmada uma greve da Polícia Militar, a situação ficará, praticamente, insustentável. Othelino disse esperar que a governadora Roseana Sarney tenha sensibilidade para evitar que a paralisação aconteça e, assim, impeça as graves consequências que ela trará para a sociedade maranhense.

“A população maranhense continua apavorada e se sentindo abandonada pelo Sistema de Segurança Pública. Agora com um agravante: os policiais militares e os bombeiros se reuniram e já falam na possibilidade de uma greve”, lembrou o deputado.

Para Othelino, o fato dos policiais estarem em estado de greve no período normal já seria de assustar, imagina no período do Carnaval. Segundo o parlamentar, a situação se agrava mais ainda e a governadora já demonstrou que não tem capacidade de resolver o problema da Segurança Pública.

 

 

Busca