Publicidade

Com interesses econômicos contrariados, Sistema Mirante parte para o ataque

 

Clodoaldo Correa – O sistema Mirante de Comunicação ataca dia e noite o governo Flávio Dino com informações distorcidas e muitas vezes inverídicas por ter interesses econômicos absolutamente contrariados na atual gestão.

O jornal O Estado do Maranhão faturava 80% da verba de publicidade para os jornais e sites do Maranhão. Um disparate pela importância histórica e de audiência de jornais como Jornal Pequeno e O Imparcial. “Há, mas O Estado é o único levado para quase todo o interior!” Claro, sustentado com gorda verba publicitária do governo, fica fácil.

Leia também: OAB-MA garante ser mentirosa notícia de pressão da Anap contra MP da polícia

A TV Mirante levava milhões em verba variável mensal, muito acima do valor de publicidade de mercado, pelas inserções que o governo colocava na grade. A TV, aliás, finalmente começou a fazer cobertura policial com reportagens sobre os casos de violência no estado. Antes, apenas o repórter falava os números do Plantão policial rapidamente.

Hoje, o sistema Mirante não recebe um centavo do governo e passa dificuldades. Como o governo ainda não realizou Licitação da Agência de Publicidade, nenhum veículo ainda está recebendo verba publicitária. Serão pelo menos seis meses de seca. E mesmo quando for feita a licitação, o sistema não terá mais a verba muito além do que é praticado no mercado. Então, devem continuar inventando motivos para atacar o governo.

 

 

Busca