Publicidade

Cadê a transição? Próximo diretor do Detran foi expulso do órgão e impedido de ter acesso a informações

Mais uma prova de que não existe transição a não ser de foto. Nenhuma informação de fato relevante é acessada pelos gestores do novo governo que logo se inicia.

A imagem abaixo é de um relato feito no Twitter pelo futuro diretor-geral do Detran – Departamento Estadual de Trânsito.

Antônio Nunes revela que foi “convidado a se retirar” das dependências do órgão quando buscava informações sobre contratos, convênios e quadro de pessoal contratado pela autarquia para facilitar no processo de transição.

Imagem do Blog Marrapá

 

O blog jeisael.com tentou entrar em contato com o atual diretor-geral do Detran, André Campos, mas não foi atendido. Campos foi indicado ao cargo pelo deputado Roberto Costa (PMDB), que mantem o controle do orgão.

Qual é o medo, senhores?

O deputado Marcelo Tavares, futuro chefe da Casa Civil, revelou recentemente que o processo de transição praticamente não existe. A maioria das informações requisitadas pela equipe não foram atendidas pelo governo Roseana Sarney. O governador-tampão, Arnaldo Melo, também não informa nada. Mas, esse, coitado, é porque não sabe de nada.

 

 

Busca