Publicidade

Aprovados no concurso da PM se reúnem na Assembleia Legislativa

Dezenas de jovens aprovados no concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão estiveram reunidos, nesta quarta-feira (03), no auditório da Assembleia Legislativa do Maranhão para reivindicar sua chamada aos quadros das forças de segurança do Estado.

Apesar do explícito caos na segurança pública do Maranhão e com o menor efetivo policial do Brasil, o governo de Roseana Sarney vem ignorando os aprovados no concurso, jovens que estão aptos ao trabalho na PM e no Corpo de Bombeiros.

Os manifestantes exibiam faixas exortando que “são a esperança de um Estado mais seguro”. Esta é apenas mais uma das diversas manifestações e atos realizados pelos aprovados para chamar a atenção do Governo do Estado, que teima em ignorá-los, tal qual faz com a situação de violência extrema em que o Maranhão encontra-se.

Efetivo policial recomendável

O Maranhão deveria ter pelo menos o dobro de policiais que tem atualmente para chegar pelo menos próximo à média recomendável da ONU, que é de 1 policial para cada 300 habitantes. Com o menor efetivo do Brasil, o Estado tem 1 policial para cerca de 900 habitantes. Para se ter uma ideia, Brasília , há tem 1 policial para cada 168 habitantes, acima do que recomenda a ONU.

Os mais de mil aprovados no concurso promovido pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão que não foram chamados têm esperança que isso ocorra com a posse do novo governador eleito, Flávio Dino. Em campanha, Dino se comprometeu em dobrar o número de policias do Estado até o fim do mandato.

 

 

Busca