Publicidade

Alma sebosa no kilo: 82 presos numa só lapada em festa do “PCM”

Sexta-feira (14), a polícia em São Luis realizou a maior autuação de almas sebosas de uma só vez. 82 pessoas foram presas quando participavam de uma festa em uma chácara, no bairro Santa Clara. Eram 74 homens e 8 mulheres. Foi preciso ônibus para carregar tanta carga-torta. A operação policial foi deflagrada após um período 3 meses de investigações desencadeadas por diversas denúncias.

Os malacos, que fariam parte de uma facção criminosa, estariam comemorando os crimes realizados nos últimos dias na capital maranhense, como assaltos, sequestros, homicídios e vendas de drogas. A polícia fez uma mega operação, cercou o local da festa e impediu a fuga das almas sebosas. Foram apreendidos dois veículos, cinco armas, sendo três revólveres calibre 38, uma pistola ponto 40 e outra 765; além de 61 aparelhos celulares, 41 munições calibres 32, 38 e ponto 40. Os criminosos foram encaminhados para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

Delegado Augusto Barros - Seic

Dos 82 detidos, 68 foram autuados em flagrante por formação de organização criminosa. 57 foram levados para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. 11 eram menores de idade e foram liberados. Além desses, a polícia identificou pessoas que nada tinham a ver com os bandidos, mas estavam na festa. “No bando, temos vários criminosos 'barra pesada', mais de cinco com mandato de prisão em aberto, foragidos do sistema penitenciário. Conseguimos tirar gente muito importante da hierarquia dessa facção das ruas”, garantiu o delegado Augusto Barros, titular da Seic.

 

Busca