Publicidade

União: oposição está fechada com Roberto Rocha para o Senado

Quem é mesmo que anda batendo cabeça?

Enquanto o grupo governista está pior que cego em tiroteio, a oposição tem dado realmente um “show”. Na noite desta quinta-feira (13) o grupo que representa a oposição no Maranhão anunciou que o pré-candidato ao Senado apoiado pelos partidos será o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB).

Leia também: Oposição dá um “show” de articulação enquanto grupo Sarney perde o rumo

O deputado federal Domingos Dutra (SDD) anunciou que, em favor da unidade do grupo, abre mão da disputa pela vaga de candidato a senador. Dutra havia lançado sua pré-candidatura, mas, na noite desta quinta, anunciou uma “unidade pela alternância de poder no Maranhão, em nome do povo do Maranhão que espera que saibamos conduzir bem este processo político.”

As pesquisas de intenção de voto realizadas até agora, tanto pelo governo quanto pela oposição, divulgadas ou guardadas a sete chaves, mostram o pré-candidato da oposição ao governo, Flávio Dino (PC do B), bem à frente de todos os outros pretensos candidatos, assim como apontam Roberto Rocha na dianteira pela disputa ao Senado. De modo que, o melhor nome, segundo avalia o grupo, é o vice prefeito de São Luis. “Fazemos um manifesto em apoio a Flávio Dino, a essa mudança no Maranhão. Vamos ganhar, ganhando,” afirmou Dutra.

Roberto Rocha agradeceu o apoio de Domingos Dutra, assim como também do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), outro que já abriu mão da candidatura ao Senado em nome da unidade da oposição. Rocha afirma seguramente que essa decisão tomada em conjunto por toda a oposição define os rumos da eleição.

Enquanto isso quem são mesmo os candidatos do governo? Há um cenário diferente no Maranhão para as eleições de 2014. Os partidos de oposição mostram a maturidade necessária para vencer a disputa deste ano. Curiosamente, o grupo governista que sempre navegou em mares tranquilos quando o assunto era eleição, está vendo o barco afundando a cada dia, inclusive, com demonstrações públicas de desespero.

“Os sete partidos que aqui estão mostram que possuem a maturidade necessária para avançar rumo à vitória em outubro. Ao longo dessa caminhada, temos dialogado e construído a unidade do nosso grupo,” disse Flávio Dino, pré-candidato a governador pelo PCdoB.

Depois dessa, a turma do governo vai ficar um pouco mais zonza. Quem é que bate cabeça mesmo? Quem que não confia em quem mesmo? Quem é o escolhido de lá para o Senado? Xiiiii! Eles ainda estão batendo cabeça. Quem diria.

 

Busca