Publicidade

SES realiza encontro com lideranças evangélicas para combate ao Aedes aegypti

Exibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpgExibindo 1-Foto-de-Francisco-Campos.jpg

Com o objetivo de intensificar as metas combate ao mosquito Aedes aegypti, representantes dos poderes Executivo e Legislativos estiveram reunidos com líderes das igrejas evangélicas dos municípios de São Luís, Paço do Lumiar e Raposa, além de representantes de convenções estaduais para uma reunião de trabalho onde representantes da Vigilância Sanitária do Estado e dos municípios.

A reunião realizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), contou com a participação do deputado estadual, Cabo Campos (PMN).

Durante o encontro foram traçadas propostas para criar planos de ação em conjunto com as secretarias municipais, estadual e as igrejas afim de que as igrejas contribuam de modo a fortalecer o enfrentamento ao mosquito e sua proliferação.

Para o deputado Cabo Campos, a união dos diferentes setores públicos e sociais é de suma importância para o combate ao mosquito. “Vamos está nessa mobilização. Só é possível com o engajamento de todos. Essa luta ultrapassa questões políticas, partidárias. É uma questão de estado todos participarem dessa mobilização”, reforçou Campos.

O poder de influência das lideranças foi ressaltado pelo secretário Marcos Pacheco como um dos pontos positivos para aliar as ações que têm sido realizadas em parceria com o Ministério da Saúde (MS), prefeituras municipais e centenas de instituições.

“A intenção do governo Flávio Dino é reunir todos os esforços para juntos marcharmos contra o mosquito. A SES está mobilizando diferentes setores e instituições influentes na sociedade, com o intuito de utilizar o potencial de liderança deles para estimular ainda mais a sociedade nessa meta de diminuir para menos de 1% o índice de infestação do mosquito”, explicou o secretário Marcos Pacheco.

O presidente da juventude Batista Nacional do Maranhão, pastor Marcos Adriano Soares, também ressaltou a relevância da convocação. “Essa é uma forma de engajamento dessas ações que vem sendo realizada, uma vez que, enquanto líderes, temos influência direta juntos às nossas congregações, para levar não apenas as informações básicas, mas tudo o que aprendemos nessa reunião, e, que, sem dúvida resultará em uma grande parceria”, explicou o pastor.

A representante da Arquidiocese de São Luís, Cecília Castro, disse estar satisfeita com a demonstração de importância com as vidas da população maranhense. “O que vimos foi, sobretudo, uma demonstração clara da preocupação do poder público com a vida de centenas de pessoas, com o desejo de que todos tenham vida plena. Vamos conseguir sair em defesa da vida com esse engajamento das igrejas que possuem grande poder de comunicação e podem colaborar nessa campanha, para que o nosso estado se livre desse mal que tem assolado tantas famílias”, completa.

Ao final da reunião, a SES disponibilizou aos representantes das instituições, material gráfico com folders e cartazes informativos, para auxílio nos trabalhos de divulgação da campanha durante os encontros dos religiosos e a comunidade.

Busca