Publicidade

Roberto Rocha leva puxão de orelha do jornal de Sarney e recua de insinuações maldosas

Integrante do “laranjal” de candidatos da oligarquia Sarney que disputarão o governo do Estado no ano que vem, o senador Roberto “Asa” Rocha levou um verdadeiro puxão de orelhas do patriarca da família, José Sarney, depois de insinuar no Twitter que Carlos Lupi e Weverton Rocha são qualiras e teriam uma relação homossexual.

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, classificou Roberto como um traíra ao defender o nome do deputado federal Weverton Rocha para o Senado federal, que este sim seria fiel e leal. (Veja aqui)

Entretanto, a reação de Roberto Rocha foi além da seara política e ofendeu a honra das famílias de Lupi e Weverton, veja:

O jornal O Estado do Maranhão, pasquim de propriedade da família Sarney, trouxe na edição desta segunda-feira (03) que Roberto Rocha “foi mal” ao fazer insinuações de que os pedetistas têm um caso. “A questão é: e se tivessem, a quem isso interessaria? E mais: qual a relevância disso para o debate político-eleitoral”, questionou o pasquim dos Sarneys.

A falta de compostura de Roberto Rocha aumentou, ainda mais, a sua já estratosférica rejeição, o que atrapalha os planos do clã para o seu laranjal. Por isso a preocupação de José Sarney, haja vista a repercussão negativa do caso. Asa de Avião foi detonado pela opinião pública maranhense e por vários políticos.

Além da péssima repercussão, o medo em ter de responder mais um *processo no Supremo Tribual Federal, já que Weverton Rocha declarou que sua mulher acionaria o senador na justiça, fez Roberto Rocha recuar. Ele acabou fazendo uma retratação pública dos comentários maldosos e preconceituosos arrotados via rede social contra Carlos Lupi e Weverton Rocha.aqui)

 

 

*Roberto Rocha já teve inquérito instaurado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da sua prestação de contas. A procedência é de um processo do Ministério Público Federal (MPF) do Maranhão.

Busca