Publicidade

Roberto Rocha é desmoralizado por membros do PSB

Resultado de imagem para roberto rocha

O clima do senador Roberto Rocha dentro do seu próprio partido ficou insustentável após o Congresso Estadual realizado pelo PSB neste final de semana. A reeleição de Luciano Leitoa ao cargo de presidente da sigla e a unanimidade dos membros do partido socialista em quererem a expulsão do autointitulado Asa de Avião transformaram Rocha em persona non grata dentro do seu próprio partido.

Os inflamados discursos uníssonos quanto ao arrependimento pela eleição de Roberto Rocha e o desejo de expulsão do senador do PSB foram um dos principais temas das falas de todos os membros do partido. “Como é que uma pessoa consegue fazer com que todos aqueles que o apoiaram ficaram contra ele?”, questionou Leitoa na sua fala.

Para o presidente do partido no Maranhão, se não fosse o governador Flávio Dino, Roberto Rocha não tinha sido eleito. Ele citou ainda as inconsistências do senador nas eleições de 2016, como impedir o deputado Bira do Pindaré de ser candidato à Prefeitura de São Luís e ter sido aliado do seu adversário em Timon.

“Mas isso é o mau de quem não tem voto. Que se elege enganchado no cangote de outro. Nós tivemos infelizmente esse momento. O PSB é muito maior que o mandato de senador. O que fica é o legado que o partido constrói”, ressaltou Luciano Leitoa.

O deputado Bira do Pindaré fez coro aos outros membros do partido na desmoralização à figura do senador Roberto Rocha. “Elegemos um senador que não representa o interesse da nossa população. Que não segue a orientação do PSB e que traiu todos os seus aliados. Maior erro que cometemos no período recente. Estamos aqui para corrigir esse erro e nunca mais eleger um senador desse tipo”, enfatizou.

Outro deputado estadual do partido, Rafael Leitoa também classificou a eleição de Roberto Rocha como um grande erro do PSB. O secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho, também detonou o que ele chamou de “aquelas pessoas que não deveriam ter estado nesse lado, que vieram e se beneficiaram”.

O unânime discurso contra o senador Roberto Rocha dentro do seu próprio partido o desmoraliza ainda mais como político. Desagregador por onde passa, Asa de Avião coloca em risco o seu futuro a cada picuinha que arruma. A tendência é que ele fique sem nenhum aliado, sobretudo depois dessa avacalhação de próprios membros do PSB.

Busca