Publicidade

Repórter da Mirante sugere que atitude do diretor do Procon foi “palhaçada”

Numa clara intenção de lembrar um passado que o diretor do Procon Duarte Jr. faz questão de esquecer, o repórter da Mirante Marcial Lima perguntou durante entrevista com o presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão se atitude tomada pelo gestor foi uma “palhaçada”.

O termo “palhaçada” utilizado pelo repórter durante a entrevista se somou às respostas em mesmo tom jocoso dadas por Orlando Santos, presidente do Sindicombustiveis. Ele chega a dizer que Duarte deveria “continuar sua vida de palco”, e lembra que “na infância dele (Duarte), ele era agente de palco no programa da irmã dele”, referindo-se ao Programa Bianka e Cia, exibido em São Luís no início dos anos 2000, onde Duarte Jr. vestia o personagem “palhaço Choquitox”. Irrelevante para a questão em debate.

Duarte Jr. em uma de suas entrevistas na Mirante

O diretor do Procon, de fato, gosta muito de aparecer, e até meteu os pés pelas mãos no episódio tratado na entrevista. Duarte espalhou notícia de que teria notificado o Sindicombustiveis sobre “venda ilegal” de combustíveis, sem no entanto ter feito tal notificação, e até mesmo sem ser de sua alçada o assunto, segundo diz o presidente Orlando Santos, que alega ainda jamais ter recebido qualquer notificação, nem o sindicato nem os postos. Leia aqui

No entanto, um repórter do próprio sistema (Mirante), onde Duarte gosta tanto de aparecer, faz uma entrevista com tamanho deboche, insinuando que a atitude do “garoto mídia” foi uma “palhaçada”. Cuidado, Marcial, daqui a pouco chega uma notificação pra ti direto do Procon, não sem antes o diretor do órgão enviar um release pra Mirante, claro.

Caro leitor, veja um trecho do vídeo disponibilizado no perfil do repórter Marcial Lima.

 

 

 

Busca