Publicidade

Reforma e adequação da Casa de Veraneio para funcionamento do Projeto Ninar ficarão prontas em abril

prejeto ninar

Para cumprir a agenda do governo do Estado a Reforma da ‘Casa de Veraneio’ do Governo’ para implantação da casa de Apoio do Projeto Ninar está em pleno andamento. O projeto Ninar é uma extensão do atendimento realizado no Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), no Hospital Dr. Juvêncio Mattos, em São Luís.

A reforma é de responsabilidade da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e recebe periodicamente o acompanhamento de equipe técnica da Sinfra com o objetivo de atender aos requisitos necessários para funcionamento da casa e cumprir o cronograma estabelecido. “A reforma e a adequação da Casa de Veraneio para a implantação de um equipamento público de saúde, o projeto Ninar, é uma representação muito significativa das mudanças que estão ocorrendo no Maranhão, uma casa que era utilizada para festas e eventos, muitas vezes particulares, agora vai atender a população através de um programa de saúde importante para as famílias’, enfatizou o secretário de estado da Infraestrutura Clayton Noleto.

No primeiro mês de trabalho para implantação da casa de Apoio Ninar, localizada na Praia de São Marcos, em São Luís já foi concluída a revisão na rede elétrica com troca de fiação, tomadas e instalação de um novo quadro de força. Os serviços realizados na casa estão sendo adaptados com capacidade para receber 11 adultos e 9 crianças nas áreas dos dormitórios. Para aumentar a segurança os toldos das sacadas serão trocados. Nos quartos a mobília está sendo preservada para ser utilizada pelas famílias.

Na área interna, a reforma da casa passou por revisão de telhado com retelhamento em pontos específicos, o forro foi trocado e as luminárias estão em fase de instalação. Todas as portas de madeira serão pintadas com verniz transparente. Na frente da casa as estruturas de madeira também receberão a pintura em verniz. O piso está em boas condições e será revitalizado passando primeiro por uma limpeza industrial e em seguida receberá uma camada de resina. A próxima etapa dos trabalhos na área interna é a revisão hidráulica e pintura das paredes.

Na área externa, a piscina vai receber um alambrado para garantir a segurança das crianças. Em toda a área externa com vista para o mar também será instalado um alambrado com 1,80 m². O terreno vai receber esta semana a limpeza da área com serviços de capina e pintura do muro. A quadra também será restaurada para uso de atividades em grupo. A estrutura metálica será pintada e o toldo será trocado. No piso a pintura será feita com uma tinta especial que aumenta o tempo de uso. Onde funcionavam os serviços de monitoramento para segurança da casa de veraneio passará a funcionar cinco consultórios para atendimento multiprofissional. A cozinha e copa também estão passando por serviços de recuperação do telhado, forro, instalações elétricas e hidráulicas. Da portaria para todas as áreas da casa serão instalados acessos para os cadeirantes. A obra tem previsão para ser entregue no mês de abril com o serviço de urbanização e jardinagem concluído.

Após a conclusão de serviços, a casa estará em funcionamento sob a gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que está acompanhando os casos notificados de microcefalia no estado. Atualmente, 100 municípios maranhenses possuem casos notificados da doença, destas 73 tem casos confirmados de microcefalia. O Maranhão tem 11 óbitos confirmados de microcefalia.

Com tratamento e assistência especializada, em março de 2016, o Governo do Estado inaugurou o Centro de Referência Ninar em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar). São mais de 40 profissionais, como pediatras, neuropediatras, oftalmologistas e geneticistas, além de equipe multidisciplinar composta por fisioterapeutas, enfermeiros, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicopedagogos e terapeutas ocupacionais. O Ninar oferece assistência gratuita e especializada para pacientes da capital e do interior do estado. Mais de 500 atendimentos são realizados mensalmente no Centro, de consultas a terapia ocupacional.

Busca