Publicidade

Queda de Dilma seria um péssimo negócio para o Maranhão

Doidos pelo poder: Renan, Temer e Cunha, amiguinhos do Sarney

 

Será que o povo maranhense tem ideia do que significa para o Maranhão um possível impeachment de Dilma Roussef ?

Considerando a possibilidade de queda da presidente petista, certamente seria um negócio ruim para o Brasil, mas principalmente péssimo para o Maranhão. E por quê? Simplesmente o país vai parar nas mãos do PMDB, passaria a ser governado por Michel Temer, amigo íntimo de Eduardo Cunha e José de Sarney, que comanda o partido no Maranhão.

Imagine “esse povo” no poder. Gente, por exemplo, como Chiquinho Escórcio – assessor de Temer e piniqueiro de Sarney – transformado em Ministro.

Na entrevista coletiva concedida na manhã deste domingo, no Palácio dos Leões, com a presença de Ciro Gomes e Carlos Lupi – presidente do PDT, o titular do blog levantou essa questão.

O governador Flávio Dino disse que a queda de Dilma seria ruim, pois “significaria a criação de obstáculos para que o Maranhão possa prosseguir no seu caminho exitoso”.

Ciro Gomes disse que “nós não só vamos quebrar a constituição [em caso de impeachment], mas vamos introduzir violência no processo político, e instabilidade. Ninguém mais governa em paz esse país pelos próximos 20 anos”, alerta profeticamente.

Além disso, Ciro chama atenção para o atual momento no Maranhão que é de “esperança, onde, pelo diálogo, o governador Flávio Dino esta construindo uma concepção de futuro”, e acredita que a ascensão do PMDB nacionalmente certamente criará embaraços para o atual governo. “O Brasil inteiro vai pagar muito caro, mas o Maranhão vai pagar dobrado. Porque, de fato, aquilo que aconteceu no Maranhão com essa turma no poder, foi péssimo”, relembra.

O governador Flávio Dino disse que, legalmente, dentro dos preceitos constitucionais, não há razão para o impedimento da presidente Dilma, por isso o assunto é tratado como “golpe”. Mas, Dino também acha importante colocar para a população as consequências práticas de um possível impeachment.

“Vemos com muita preocupação essa possibilidade de um golpe em nível nacional, sobretudo pela questão estadual, pois significaria o PMDB no poder, liderado no Maranhão pelo senador José Sarney, e isso seria, sem dúvida nenhuma, algo bastante negativo para o Brasil e para o Maranhão”, acentua Dino.

O governador ressalta que no Maranhão há um governo sério, honesto, transformador, com realizações, obras, políticas sociais progressivamente sendo apresentadas, e é importante haver estabilidade e paz para que o Brasil encontre as medidas que são necessárias neste momento de crise, e também para que o governo do Maranhão consiga continuar trilhando bom caminho, sem empecilhos.

 

Busca