Publicidade

Prefeitura de São Luís realiza vacinação antirrábica no Tirirical

3253_vacinacao_cao_gato_divulgacao_012

A nova etapa de vacinação domiciliar de cães e gatos contra raiva será realizada na região do Tirirical. A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), já vacinou 95.984 animais, sendo 65.376 cães e 30.608 gatos. A vacinação inicia nesta quinta-feira (10) e prossegue até o sábado (12).

Nesta etapa da campanha serão visitados nesta quinta-feira (10), os bairros Residencial Tiradentes, Residencial Alexandra Tavares, Vila Coronel Riod, Cidade Olímpica, Residencial José Reinaldo Tavares, Residencial Desembargador Sarney Costa, Santa Efigênia, Vila Janaina e Vila Cafeteira.

Na sexta-feira (11) a vacinação chega aos bairros Vila Pavão Filho, Santa Clara, Vila América, Jardim América, Recanto dos Pássaros, Conjunto São Raimundo, Cruzeiro Santa Bárbara, Santa Bárbara, Vila Geniparana, Jardim América II, Assentamento Rural do Valium, Cajupe, Vila Vitória, Tibiri, Rio do Meio, Vila Aparecida, Pontal da Ilha, Vila Cascavel, Residencial Sol Nascente, Residencial Nova Vida e Vila Ayrton Sena.

No sábado (12) a vacinação percorre Maracanã, Vila Alegre, Vila Magril, Tajaçuaba, Quebra Pote, Santa Helena, Cassaco, Arraial, Tindiba, Vila Santana, Itapera, Mata da Itapera, Vila Bagdá, Vila Funil, Eliseu de Matos, Tibirizinho, Recanto Verde, Vila Itamar, Residencial Shalom, Vila Esperança, Recanto Canaã, Cajupary, Coquilho Povoado, Coquilho Sitio, Tajipuru, Mato Grosso, Vila Nova República, Campinas, Maracujá, Residencial 2000, Magnólia II, Vila Guará, Bacabal, Rio Grande, Vila Collier, Ananadiba e Pedrinhas.

Até o dia 19 de dezembro, todas as localidades da zona urbana e rural de São Luís terão recebido as equipes de vacinação, que têm a meta de imunizar 150 mil cães e gatos, com idades a partir de dois meses. A ação é coordenada pela Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

O coordenador da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), João Batista Pires, alerta os donos de animais sobre a importância da vacinação contra raiva. “Não teremos postos de vacinação fixos, pois a ação vai acontecer de casa em casa, para garantir a cobertura de todos os domicílios de São Luís. Pedimos a colaboração da população, para que deixe seus animais serem vacinados. A vacina é fundamental para prevenção da raiva”, afirma.

Esta será a segunda campanha de vacinação antirrábica realizada este ano pela Semus. A imunização desenvolvida no mês de janeiro superou a meta estabelecida. Para fortalecer a barreira imunológica contra a transmissão do vírus da raiva, a Semus decidiu realizar uma nova ação de imunização.

A capital maranhense não tem registrado casos de raiva, mas o coordenador da UVZ, João Batista Pires, ressalta a importância da manutenção do controle da doença nas populações animais, o que por consequência impede a transmissão para a população humana. “A raiva está controlada em São Luís, mas isso não isenta o município de fazer campanha de vacinação anual que é obrigatória por lei e precisa da adesão da comunidade para ter êxito”, afirma.

A vacinação é em dose única e para ser vacinado, o animal deve ter a partir de dois meses de vida e estar em boas condições de saúde. Não há necessidade de cartão de vacinação.

 RAIVA

A raiva é uma doença provocada por vírus, caracterizada por sintomatologia nervosa que acomete animais e seres humanos. É transmitida pela mordedura ou lambedura da mucosa ou pele lesionada por animais raivosos. A doença pode demorar até dez dias para se manifestar no animal infectado e, em quase 100% dos casos, é fatal.

Busca