Publicidade

Preconceito contra nordestinos

Por Jeisael Marx

Todos sabem da xenofobia contra nordestinos alimentada pelos sulistas. Quando passei um tempo em São Paulo na minha adolescência, todos os amigos chamavam-me de “baiano”, assim como os paulistas chamam até hoje qualquer nordestino. O termo adquire uma conotação totalmente pejorativa na fala do pessoal de lá. Mentiria se dissesse que isso não me incomoda, e não quero aqui alimentar qualquer forma de segregação com o que escreverei a seguir.

Em todos os estados do sul e sudeste uma grande força de trabalho formada por nordestinos ajuda a mover a economia deste país. Lamento apenas que a maioria ocupe postos de trabalho não muito privilegiados. Enquanto aqui gente de outros estados encontra a oportunidade de sua vida. Tudo bem, não fosse chegar aqui, se dar bem, constituir família – geralmente com uma nordestina -, arrumar um emprego legal ou montar sua própria empresa, e, ainda assim, continuar achincalhando nosso Estado e nossa Cidade.

O mais grave é que até mesmo pessoas de outros estados nordestinos chegam aqui e se dão bem, mas agem da mesma forma. Trabalhei para um pernambucano que vivia “malhando” São Luis. Recordo-me de sempre ouví-lo dizendo que “em Recife isso não é assim”, “lá no Pernambuco isso não acontece”, “bla, bla, bla…” Um dia não aguentei e ele ouviu algumas poucas e boas.

Dia desses, apresentando um evento da Vale, ouvi um carioca -que também estava lá prestando serviço- falando de nossa terrinha. O cara descia o cacete. Controlei-me para não desabafar como fiz no caso do meu ex-patrão pernambucano. Mas gostaria de deixar algumas perguntinhas abertas aqui pra esse povo que vem pra cá e faz isso.

1- Se o seu Estado é tão maravilhoso assim, por quê que você saiu de lá?
2- Se o meu Estado e/ou minha cidade são tão ruins assim, o que você ainda faz aqui?
3-Por que você não procurou então um Estado à altura da sua ‘perfeição’? Quem sabe na Europa?

Sei que ainda temos muitos problemas. E qual o Estado da federação que não tem? Uns enfretam problemas maiores que outros, o que pode ser o caso do Maranhão. Mas a última coisa que queremos é um monte de sulistas de nariz empinado ou pessoas de outros Estados que aqui vivem só criticando e enchendo o saco sem fazer nada. Quer apontar um problema? Quer criticar? Tudo bem. Mas não fique só nisso. Faça ou sugira alguma coisa pra melhorar o lugar onde você está “se dando bem”.

Busca