Publicidade

Polícia Militar desmente fake news sobre suposta seita que estaria sequestrando crianças em Paço do Lumiar

 

A Polícia Militar do Maranhão, por meio do Comando de Segurança Comunitária / Batalhão Escolar, publicou uma nota em que esclarece que não procede a informação de que uma guarnição do Serviço de Inteligência da Corporação teria ido à UEB Paulo Freire, no município de Paço do Lumiar, alertar o corpo docente da escola sobre uma eventual seita que estaria raptando crianças para matar.

O caso foi relatado por meio de um áudio gravado e divulgado em grupos de aplicativo whatsapp, por uma senhora que se identificou como professora Natália.

No documento a PM afirmou que nenhuma guarnição da instituição se dirigiu à escola com esse intuito e a fake news foi criada apenas para causar pânico e transtornos à comunidade escolar.

A instituição disse ainda que mobilizou o Sistema de Segurança Pública do Estado para investigar a veracidade das informações e identificar os responsáveis.

Busca