Publicidade

PM reforça número de agente nas ruas e realiza prisão de 19 suspeitos envolvidos nos ataques a ônibus

As operações das Polícias Civil e Militar continuam para identificar e prender todos os responsáveis.  Foto: Karlos Geromy/Secap

Em meio a uma manhã de apreensão em São Luís, horas após os ataques realizados por criminosos que incendiaram quatro ônibus na região metropolitana da capital, a segurança tem sido reforçada em diversos bairro, principalmente nos pontos finais dos ônibus.

Uma operação realizada pela Secretária de Segurança Pública, iniciada pelo bairro da Liberdade, foi iniciada logo após aos ataque e tem tentado dar maior segurança à população, ao mesmo tempo em que busca fechar o cerco aos criminosos responsáveis pela ação.

Viaturas da PM têm sido vistas com frequências em regiões de grande movimentação como escolas, centros comerciais e pontos de ônibus. Blitze tem sido realizadas nas principais avenidas da capital, e nos bairros como Cidade Operária.

De acordo com a secretária, dezenove que teriam envolvimento com as ações criminosas já foram presas nas últimas horas. Mais prisões devem ser realizadas ainda nesta sexta. A ordem, de acordo com o secretário Jefferson Portela, teria saído de dentro da Penitenciaria de Pedrinhas.

Novas tentativas de incêndio a ônibus já foram confirmadas na manhã desta sexta. Segundo o sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão, quatro suspeitos jogaram gasolina em um ônibus que faz a linha São Bernardo/João de Deus, no momento em que ele passava no Anil, o fogo foi contido pelo motorista do veículo junto com um passageiro.

Após reunião realizada com a cúpula de segurança do Estado, o governador Flávio Dino garantiu uma resposta rápida às ações dos criminosos e afirmou que vai dar prosseguimentos as medidas de fortalecimento da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Estado.

 

 

Busca