Publicidade

O Maranhão não pode e não será terra de pistolagem, diz Bira

O Maranhão não pode e não será terra de pistolagem, diz Bira

O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) registrou e pediu a elucidação do assassinato do vereador Esmilton Pereira dos Santos, em Nunes Freire. Esse é o terceiro caso consecutivo de crime de pistolagem naquele município. Em 2014 assassinaram um vereador da oposição, Paulo Lopes; em 2015, um blogueiro e, agora, um vereador da situação.

“De fato uma violência brutal que tem que ter o nosso repúdio absoluto, a nossa indignação e a nossa reação em relação a esses fatos. Hoje a gente pode dizer que é a cidade que está na dianteira em relação aos crimes de pistolagem em todo o Maranhão. É preciso resposta”, afirmou.

O parlamentar destacou que o Maranhão não pode e não será terra de pistolagem, destacou que a Casa Legislativa está unida e que, certamente, Governo do Estado e o secretário da Segurança, Jefferson Portela, estão comprometidos e empenhado na busca de respostas.

“Crimes claramente caracterizados como crime de encomenda, dificilmente se consegue prevenir, porque a ação do pistoleiro, mas é preciso uma reação. É por isso que eu quero pedir ao governador Flávio Dino e ao secretário da Segurança, Jefferson Portela, o empenho máximo em relação a esse assassinato e aos outros assassinatos que aconteceram no município Nunes Freire. O Maranhão não pode e não será terra de pistolagem”, concluiu.

Busca