Publicidade

O Burro de mil cabeças!

As eleições chegaram ao fim (exceto onde haverá segundo turno). Que bom. Ou não.
Nada mudou. E durante muito tempo vai continuar do mesmo jeito. O quê? Esse povo ignorante, alienado, desinformado, desmemoriado, vendido, iludido, engando, os diabos…
.
E a culpa nem é do povo. Mas ele precisa ser mantido assim para que a ordem do caos se mantenha. Para que políticos desavergonhados possam comprar votos com chantagens, ameaças, botijões de gás, telha, tijolo, carrada de barro, dinheiro, etc…
Ninguém tá interessado em dar educação e moradia digna para o povo. Senão não vai ter com o que barganhar em época de eleição.
.
No interior, o que esse povinho pede não é brincadeira. É 5 reais aqui, 2 reais alí. “Paga uma continha de energia pra mim”, “me dá um remedinho”, “completa o meu gás”, “arruma um troco pra cachaça aê” são frases muito comuns em época de eleição. E tem um tal de “particular” que Deus me livre. Quando o fatídico cidadão chama o cara pro canto pra um tal de “particular”, prepare bolso.
.
Eu sei é que a eleição acaba sendo definida mesmo na força do Real e nos últimos dias. Prova disso são as eleições proporcionais que são definidas mesmo na tal boca-de-urna, alí no dia da votação, na entrada do colégio e até dentro da seção.
.
Não adianta reclamar da representatividade política nas câmaras e prefeituras do Brasil. É o puro retrato do nosso Burro de Mil Cabeças, o povo.
Busca