Publicidade

Número de assaltos a ônibus dobrou em São Luís no mês de março

Mesmo com as contínuas ações da Secretária de Segurança Pública (SSP) na tentativa de garantir mais segurança a trabalhadores e passageiros do transporte público de São Luís, o mês de março registrou um acréscimo preocupante no número de assaltos a ônibus na capital. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, só no mês passado, foram registrados 53 assaltos a coletivos em São Luís. O número é mais que o dobro do contabilizado em fevereiro deste ano.

Somando os três primeiros meses de 2016, já são 140 ações criminosas do tipo registradas. É importante ressaltar que essas informações, têm como base boletins de ocorrência feitos ao longo do mês, mas nem todas as empresas que sofrem assaltos relatam os episódios, ou seja, os dados reais podem ser ainda maiores.

Em março, as localidades preferidas dos criminosos para por as ações em prática foram na Avenida dos Franceses em dois pontos, entre o Hospital da Criança e o elevado Alcione Nazaré e também do Detran até o Aeroporto. Nessa lista aparecem ainda o Anel Viário, o Coroadinho (Morro do Urubu), o Alto da Esperança, além das Avenidas dos Portugueses (Bacanga), General Arthur Carvalho (entre o Posto Natureza e Viva Maioba) e São Marçal (João Paulo).
“Tivemos uma redução satisfatória nos índices de assaltos em fevereiro, mas fomos surpreendidos novamente com o crescimento dessa modalidade crime em março. Estamos mês a mês acompanhando e mais do que isso, cobrando ações efetivas das policias civil e militar no sentido de minimizar esses números que tanto aterrorizam nossos trabalhadores, como também usuários do transporte público. Com base nessas estatísticas iremos solicitar novo encontro com a Secretaria de Segurança Pública e exigir medidas eficazes que possam identificar e prender esses assaltantes. O que não dá, é conviver com o medo de trabalhar e andar de ônibus em São Luís”, avalia Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.
Busca