Publicidade

Negociar é uma arte

Ano passado postei aqui uma estória que conta como é importante a estratégia (http://jeisaelmarx.blogspot.com/2007/10/usando-estratgia.html).

Apesar do assunto agora ser a arte de negociar, vale a pena lembrar dessa estória, pois a estratégia está (ou deveria estar) presente em qualquer negociação.

Meu amigo Kéke Borges, sabedor do meu interesse por assuntos de tal natureza, enviou-me um e-mail que agora gostaria de compartilhar com os leitores deste blog.

PAI – Filho! Escolhi uma ótima moça para você casar.
FILHO – Mas, pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
PAI – Meu filho, ela é filha do Bill Gates…
FILHO – Bem, neste caso, eu aceito.


Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.


PAI – Bill, eu tenho o marido para a sua filha!
BILL GATES – Mas a minha filha é muito jovem para casar!
PAI – Mas este jovem é vice-presidente do Banco Mundial…
BILL GATES – Neste caso, tudo bem.

Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.


PAI – Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser vice-presidente do Banco Mundial.
PRES. BANCO MUNDIAL – Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o necessário.
PAI – Mas, Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
PRES. BANCO MUNDIAL – Neste caso ele pode começar amanhã mesmo!


Moral da estória: Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia.
(Se você conhece estórias assim, envia pra mim. Faço coleção. Obrigado)
Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook