Publicidade

Moradores do Itaqui Bacanga sentem-se inseguros com a Unidade de Ressocialização

Com a fuga de internos do Centro de Juventude Alto da Esperança (CJAE), localizado na área Itaqui Bacanga, em São Luís, na noite de terça-feira (07), moradores da área estão ainda mais preocupados com a segurança. Seis criminosos adolescentes infratores escaparam, entre eles o jovem que confessou participação no assassinato do empresário Daniel Smith, crime ocorrido em setembro do ano passado.

Moradores da área dizem que o clima é sempre de apreensão. A unidade, segundo informações de pessoas que trabalham no local, é uma réplica de Pedrinhas em termos de instalações, superlotação, insegurança para quem trabalha e até em ocorrências de crime. Depois da fuga, a população protestou na porta da unidade e garantiu que tomará outras atitudes.

 

 

Busca