Moradores do condomínio Vite, no bairro Angelim, cobram faixa de pedestres na Avenida Jerônimo de Albuquerque

Imagem mostra ponto de travessia perigosa feita por moradores do condomínio Vite

Por meio do programa Ponto Continuando (Mais FM) moradores do condomínio Vite, que fica situado a Avenida Jerônimo de Albuquerque, bairro Angelim, voltaram a solicitar da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes de São Luís (SMTT) a implantação de uma faixa de pedestre em frente a saída do residencial, composto por mais de 800 apartamentos.

Há pelo menos 3 anos a reivindicação vem sendo feita, inclusive o próprio titular desta página, Jeisael Marx, chegou a tornar público o problema no televisivo que outrora comandava.

Nossa reportagem foi ouvir a sindica do condomínio, Solange Neuma Brandão, e também o presidente da Associação de Moradores do Novo Angelim, Augusto Fernandes, que relataram o perigo enfrentado por moradores que diariamente se arriscam ao atravessar a via para poder pegar o ônibus no ponto que fica do lado oposto aos prédios.

Imagem mostra local de saída de condomínio, onde os moradores aguardam por uma faixa

No local, que é de grande circulação de veículos, já foram registrados diversos acidentes, inclusive com vítimas fatais.

O presidente da associação de moradores, Augusto, relata as diversas tentativas falhas de diálogo com a SMTT, disponibilizando inclusive documentos que comprovam as reivindicações dos moradores, não apenas do condomínio Vite, como de outros moradores das proximidades.

Augusto e a síndica Solange, que alegaram estar cansados de tanto procurar a SMTT

Nos documentos – expostos ao final desta matéria – é possível ver um abaixo assinado feito pelos moradores, além de ofícios que pedem a colocação da faixa de pedestre, sinalização na avenida e vias próximas.

Ao vivo, na rádio Mais FM, o secretário Canindé Barros confirmou informação já fornecida anteriormente de uma obra que será realizada para a  retirada da rotatória da Cohab, e construção de uma alça estendida para quem se dirigir aos bairros Anil e Turu, com isso será colocada sinalização semafórica no local, possibilitando a passagem segura dos pedestres.

O secretário também respondeu indagações de  ouvintes do programa Ponto Continuando e lamentou a falta de consciência de motoristas que desrespeitam placas de sinalização e proibição de sentidos em vias como a Avenida São Luís Rei de França nas proximidades da Extra Farma, onde o trânsito foi readequado

Outra indagação respondida pelo secretário foi quanto a inexistência de passarelas aqui na Capital. Canindé mencionou o alto  custo dessas passarelas, que hoje devem ser adaptadas com elevadores para atender pessoas especiais, e, mais uma vez, lembrou  a falta de cuidado de alguns cidadãos com o patrimônio público, fatores que podem inviabilizar a construção das passarelas.

Veja os ofícios e o abaixo assinado dos moradores do Angelim:

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook