Publicidade

Monólogo

Se eu tivesse que contar as noites negras de minha vida…

E as vezes que eu tive que partir sem despedidas…

Se eu tivesse que mostrar as cicatrizes e as feridas…

Perderia todas as lágrimas dos olhos em forma de brisa.

Cara, você não conhece o lado escuro dessa vida, não.

Cara, eu feri meu peito e rasguei no meio o meu coração.

Quantas vezes eu sorri, chorando por dentro.

Eu tive que quebrar correntes, demolir barreiras, descer cachoeiras, pra ficar ao pé da cruz…
Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook