Publicidade

Ministério Público volta a pedir afastamento de Lidiane Leite

Pode durar pouco o retorno da “prefeita ostentação”, Lidiane Leite, ao comando do município de Bom Jardim, pelo menos do que depender do Ministério Público do Maranhão. Isso porque o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira, titular da Comarca de Bom Jardim, protocolou nesta terça-feira (9) um pedido de reconsideração à Justiça para que seja julgada a Ação Civil de Improbidade Administrativa contra Lidiane Leite.

O pedido de afastamento liminar havia sido solicitado pelo Ministério Público do Maranhão, em virtude do prejuízo causado pela prefeita aos cofres públicos municipais. Na mesma ação, foi pedida a indisponibilidade dos bens dela e o ressarcimento ao erário.

Entretanto, a Justiça declarou prejudicada a apreciação do pedido, pois, à época, Lidiane Leite havia sido afastada, por meio de decreto legislativo. Ela retornou ao comando da Prefeitura de Bom Jardim, nesta terça, após o presidente da Câmara Municipal, Arão Sousa Silva, revogar unilateralmente o decreto.

Na avaliação do promotor de justiça, é necessário que o pedido de afastamento liminar do cargo seja analisado, pois as irregularidades permanecem. “O retorno ao cargo resultará na continuidade da dilapidação do patrimônio público de Bom Jardim”, afirmou o representante do MPMA.

Busca