Publicidade

Ministério da Justiça diz que Força Nacional está a caminho da área onde índios foram mortos no MA

Foto: Divulgação/Redes Sociais

 

Do G1

 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que já estão em deslocamento para o Maranhão as tropas da Força Nacional que vão atuar na região onde dois índios da etnia Guajajara morreram e outros dois ficaram feridos em um atentado no sábado (7) na BR-226. A previsão é que as tropas cheguem nessa quarta-feira (11) por volta do 12h.

O anúncio do envio foi feito nessa segunda-feira (9) pelo ministro Sergio Moro. A medida começa a valer a partir desta terça-feira (10) e deve durar 90 dias. A ação tem como objetivo garantir a integridade física e moral dos povos indígenas, dos servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) e dos não índios.

Ao G1, o governo do Maranhão disse que aguarda o comunicado oficial do ministério sobre o envio das tropas. De acordo com o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, ele foi informado da decisão somente pela imprensa e que enquanto as tropas não chegam na região, equipes da Polícia Militar continuam realizando o policiamento para garantir a segurança e integridade dos indígenas.

“A Secretaria de Segurança ainda não recebeu nenhum contato oficial sobre o envio da Força Nacional para o Maranhão, só ficamos sabendo pela imprensa e aguardamos ser contactados”, disse Jefferson Portela.

O atentado que deixou morto os dois caciques e feriu outros dois índios, ocorreu entre as aldeias Boa Vista e El Betel, no município de Jenipapo dos Vieiras, a 506 km de São Luís. Um dos feridos contou que foi surpreendido por um veículo de cor branca que disparou diversas vezes contra a moto onde ele e um dos mortos estavam.

Segundo a Funai, o crime pode ter relação com constantes assaltos registrados no trecho da BR-226.

Leia também

Moro autoriza envio da Força Nacional para área de assassinato de indígenas no MA

Busca