Publicidade

Mesmo com baixa popularidade, Roseana tenta dar fôlego ao atrapalhado PMDB no Maranhão

Brasil, São Luis, MA, 13/01/2014. Retrato da governadora do Maranhão, Roseana Sarney durante reunião com senadores da Comissão de Direitos Humanos de Brasília, em São Luis (MA). - Crédito:MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:177271

Após dar um tempo do cenário político e agir principalmente nos bastidores, a ex-governadora Roseana Sarney deve tomar mais uma vez as rédeas do PMDB. Em um comunicado assinado pela própria ex-governadora e endereçada aos filiados do partido, Roseana afirmou que vai realizar uma série de viagens pelo Maranhão em janeiro do próximo ano para visitar os diretórios municipais da legenda no Estado.

Na carta, a ex-governadora afirma que deve realizar convenções, estruturar o partido e convidar lideranças para se filiarem à legenda. Ela prometeu ainda uma convenção estadual do PMDB no mês de fevereiro.

O objetivo de Roseana é tentar contornar a alta rejeição que teve nos últimos meses da sua gestão a frente do governo do Estado, e buscar dar fôlego ao PMDB, reduto da oligarquia Sarney, que se viu desmoronar após a derrota vexatória do seu candidato, Edinho Lobão, nas eleições do ano passado.

Além disso, as visitas aos diretórios da legenda buscam dar estabilidade ao partido que deve lançar, nos próximos meses, os candidatos às eleições municipais do próximo ano.

Busca