Publicidade

Maranhão está entre os estados com menos mortes violentas em presídios em 2016

Resultado de imagem para complexo penitenciário de pedrinhas

Um levantamento realizado pelo portal de notícias G1, mostrou que o Maranhão está entre os estado com menos mortes violentas ocorridas dentro dos presídios em 2016. O estado registrou apenas 8 mortes, número bem diferente do registrado pelo Ceará, que lidera o ranking com 50 casos.

Os dados positivos são resultado de uma série de políticas implantadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) no sistema penitenciário do Estado, como o aumento do contingente de agentes penitenciários, reforço na segurança dos presídios e implantação de políticas de ressocialização dos presidiários.

As medidas fizeram do Complexo Penitenciário de Pedrinhas um presídio bem diferente do que foi palco de uma sangrenta rebelião, que resultou em dezenas de mortes e decapitações de presos, que repercutiu na mídia nacional, durante a gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

A nível de Brasil, o país teve 378 mortes violentas registradas dentro dos presídios no ano passado. O número equivale a uma média de mais de um morto por dia, e os dados se referem a todas as mortes consideradas não naturais – o que inclui homicídios e suicídios.

De todos os estados, apenas o Espírito Santo não teve mortes violentas nas prisões no ano passado, segundo o governo do estado.

 

Busca