Publicidade

Maranhão dribla crise e é um dos únicos estados a não cortar investimentos

Resultado de imagem para Palácio dos Leões

De acordo com um levantamento realizado pelo portal de notícias G1, e divulgado nesta sexta-feira (11) mostrou que o Maranhão é um dos estados com melhor equilíbrio fiscal e que melhor conseguiu contornar a crise financeira que assola todo o país. O estado está entre sete estado que tiveram superávit – quando a diferença entre a receita e o gasto é positivo –  com uma arrecadação de R$ 438 milhões.

Ainda de acordo com o estudo, o Maranhão além de não cortar investimentos, não paralisou ou atrasou obras, não atrasou salários dos funcionários públicos e tem caixa para o pagamento do 13º salário, o que deixa o estado numa situação muito mais confortável que os outros da federação. O governo do Estado descarta decretar estado de calamidade nas finanças para os próximos anos.

brasil

Outro bom resultado apresentado, foi em relação ao gasto com pessoal, onde o estado foi um dos que mais economizou e respeitou a lei de responsabilidade fiscal.

O balanço fiscal dos estados está disponível no Sincofi. Os dados levam em conta os balanços das contas feitos com as despesas empenhadas ou seja, dívidas assumidas pelo estado, mas que não necessariamente já estão pagas até o período compreendido no balanço, como explica Waldemir Luiz de Quadros, professor de economia do setor público da PUC-SP. “O balanço empenhado dá a dimensão, economicamente, do que eles decidiram gastar. O liquidado é o que ele atestou que foi gasto.”

Segundo a reportagem, o Maranhão “está no azul, mas pediu ajuda ao governo federal”.  

Busca