Prefeitura de São Luís

Maranhão aposta em planejamento para otimização dos recursos da rede de saúde

Com o cenário econômico apontando recessão e os repasses federais cada vez mais escassos, a rede pública de saúde estadual entrou em uma nova fase de planejamento. O redesenho do sistema de saúde consiste em redistribuição dos serviços com o objetivo de potencializar os atendimentos em nível regional e evitar que recursos sejam desperdiçados.

Mesmo com cenário nacional desfavorável, nove grandes hospitais foram entregues. A meta estadual é continuar abrindo novos serviços, como é o caso da nova ala do Hospital Regional Materno Infantil, em Imperatriz, e do Centro de Hemodiálise de São Luís, que serão os próximos aparelhos de saúde entregues à comunidade.

Hoje, o Maranhão sustenta sozinho, sem contribuição do SUS, grande parte dos atendimentos nos hospitais. A hemodiálise no hospital de Pinheiro, por exemplo, é 100% financiada pelo Estado. São mais de R$ 5 milhões por ano. Outro exemplo é a oncologia em Caxias. O serviço também é sustentado somente pelo Estado, com mais de R$ 5 milhões por ano.

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook