Publicidade

Justiça solicita ações emergenciais no Terminal Rodoviário de São Luís, interditado há 7 meses

O juiz titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, Douglas de Melo Martins, esteve fazendo uma vistoria na área  do Terminal Rodoviário que segue interditada sem nenhuma obra há 7 meses.

A inspeção nas plataformas interditadas aconteceu nesta quinta-feira (31). Ao ver a situação do terminal, o juíz pediu que sejam adotadas medidas emergenciais.

O Terminal Rodoviário de São Luis tem 30 plataformas de embarque e desembarque. Durante a visita, a Justiça constatou as falhas apresentadas no laudo da Defesa Civil. O documento atestou que o telhado está prestes a desabar.

Segundo informações da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana – MOB, a licitação para o início da obra foi concluída em setembro deste ano, mas ainda não foi assinada devido um processo que tramita na justiça.

O impasse é da empresa vencedora do certame, a mesma que administra o terminal rodoviário há 12 anos.

Com a visita de membros da Justiça, quem depende do terminal para trabalhar espera mais celeridade no processo.

Busca