Justiça nega habeas corpus a motorista que matou cinco pessoas no Jaracati

Victor Yan Barros de Araújo, 25 anos, motorista do veículo que matou 5 pessoas na Avenida Carlos Cunha, no bairro Jaracati, em São Luís, teve pedido de habeas corpus negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). O acidente  aconteceu dia 8 de Setembro, data do aniversário de São Luís.

O ministro Nefi Cordeiro manteve o entendimento da Justiça do Maranhão, que dois dias após o acidente decretou a prisão preventiva de Victor Yan por entender  que ele apresentava sinais de embriaguez, e se negou a passar pelo teste do bafômetro e exame de alcoolemia.

O fato do laudo pericial de embriaguez alcoólica ter acontecido somente 5 horas após o acidente foi outro ponto levado em conta pelo Ministro.

O laudo, que foi realizado pelo Instituto Médico Legal (IML), apontou que o motorista não estava embriagado. Para Nefi Cordeiro a demora pode ter influenciado neste resultado, já que os policiais que atenderam a ocorrência apontaram sinais de embriaguez.

Victor Yan continua internado em um hospital particular de São Luís desde a manhã do acidente, apesar de ter sofrido apenas leves escoriações. Após ter alta ele deve ser encaminhado ao Centro de Detenção Provisória, em Pedrinhas.

As 5 vítimas que perderam a vida no acidente provocado Victor

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook