Publicidade

Justiça determina fim da greve dos professores de São Luís

 

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) determinou o encerramento da greve dos professores da rede municipal de São Luís, iniciada na última segunda-feira (11). A decisão atende um pedido da Prefeitura de São Luís contra o Sindicato dos Profissionais do Ensino Público Municipal de São Luís (Sindeducação).

A Justiça estipulou um prazo de 24 horas para que os professores voltem às salas de aula, sob uma multa diária de R$ 20 mil, em caso de descumprimento.

De acordo com a desembargadora e relatora do processo, Cleonice Freire, apesar dos professores estarem manifestando o direito de greve que está assegurado na Constituição da República, a manifestação não pode ser exercida forma arbitrária, absolutiva ou abusiva.

A categoria alega que estão há dois anos sem reajustes e que não estão conseguindo dialogar com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. Já a prefeitura de São Luís afirma que a greve tem conotação política, e que  não houve o esgotamento das negociações entre as partes.

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Rádio Timbira Ao Vivo
Busca
Facebook