Publicidade

Jovens participam de audiência pública para definir cursos do Iema em Bequimão

O Iema vocacional de Bequimão vai funcionar no prédio da escola Liliosa Cantanhede, que passa por reparos para receber os estudantes. Foto: Divulgação

Oportunidade de capacitação técnica para entrar no mercado de trabalho. Com esta expectativa, dezenas de estudantes do município de Bequimão participaram nesta quarta-feira, 10, de audiência pública para decidir os cursos técnicos a serem oferecidos pela unidade vocacional do Instituto Estadual de Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema).

“A oferta de cursos técnicos pelo governo do Estado é muito importante para influenciar os jovens que não têm emprego. O Iema traz oportunidade de sermos melhores e como em Bequimão não tem nenhum instituto de ensino técnico veio a calhar, neste momento, pois tem muitos jovens se formando agora no ensino médio e que poderão ingressar nesta instituição, formar e empregar o que vai aprender aqui no município”, avaliou a estudante Mariane Pereira Cunha.

O Iema vocacional de Bequimão vai funcionar no prédio da escola Liliosa Cantanhede, que passa por reparos para receber os estudantes. Foto: Divulgação

O Iema vocacional de Bequimão vai funcionar no prédio da escola Liliosa Cantanhede, que passa por reparos para receber os estudantes. Foto: Divulgação

O debate, que contou também com a participação de professores e outros profissionais e lideranças políticas e comunitárias do município, foi conduzido por técnicos da Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Inovação (Secti). “É um processo de escuta da população para que ela possa definir quais cursos e interesse de formação existem ali. Dessa forma, a oferta do Iema está alinhada às necessidades das pessoas e o investimento do governo em educação profissionalizante tem mais eficácia”, afirmou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada.

“O governador Flávio Dino e as pessoas que mobilizaram esta oportunidade para os jovens estão de parabéns. Os cursos profissionalizantes do Iema para o município de Bequimão são de suma importância, pois vão garantir oportunidade para a juventude e mais qualidade de vida”, afirmou Neuton César Viegas Alves, que participou da audiência, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

A partir deste mês, o Iema vocacional deve oferecer cursos técnicos para adolescentes e jovens de Bequimão e outros município da região. Os cursos de agricultura familiar, empreendedorismo, eletrônica, saúde, informática, construção civil foram os mais votados pelos estudantes na audiência pública.

Reforma

O Iema vocacional de Bequimão vai funcionar no prédio da escola Liliosa Cantanhede, que passa por reparos para receber os estudantes. O Iema foi criado pelo governador Flávio Dino para oferecer educação profissionalizante em todas as regiões do Estado. A implantação da unidade vocacional em Bequimão é resultado de iniciativa do vereador Elanderson (PCdoB), que apresentou indicação acolhida pela Câmara de Vereadores e atendida pelo governador Flávio Dino.

Busca